domingo, 19 de junho de 2011

UM DEUS QUE ODEIA O PECADO

Romanos 1:18-32
Este texto nos dias atuais pode trazer muitos problemas. Os grupos de direitos dos homossexuais estão tentando de todas as maneiras impedir que os pastores preguem contra o pecado do homossexualismo. O texto em questão é tão claro que considero uma afronta à minha inteligência ainda existirem grupos cristãos que dizem que a Bíblia não condena o homossexualismo.
É muito triste, por exemplo, ver pastores que se dizem ortodoxos afirmarem que nem toda relação homossexual é uma promiscuidade. A palavra promiscuidade tem haver com mistura desordenada, confusão. Eles se apegam a uma das etimologias que foi colocada recentemente “Intercurso sexual indiscriminado sem ligação permanente”. Este novo significado surgiu para tentar estabelecer um padrão politicamente correto no falar, exatamente para não agredir o homossexualismo. Outro problema aqui é afirmar que Paulo se refere a luxúria homossexual ou ao adúltero homossexual (aquele que trai seu parceiro). Paulo nem se quer toca neste assunto. O contexto não permite tal afirmação uma vez que Paulo fala de “deixar o uso natural”.