segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A OBRA CONSOLADORA DO ESPÍRITO SANTO

Romanos 8:26-27

Paulo retorna ao assunto principal deste capítulo – o Espírito Santo. Ele vai mostrar que a obra do Espírito é constante em nossas vidas e produz em nós uma tranquilidade muito grande.
O apóstolo inicia o verso 26 dizendo “Também o Espírito, semelhantemente”, conforme versão Revista e Atualizada, esta afirmação é o fechamento do parêntesis aberto entre os versos 18 a 25 onde ele tratou da esperança da glória final. No trecho citado Paulo destaca, como já preguei, que a glória final é muito maior que qualquer coisa que venhamos a passar. Afirmado isto, o apóstolo está complementando dizendo que a obra consoladora do Espírito é suficiente para nos manter dentro dos caminhos que Deus estabeleceu para o seu povo.