terça-feira, 9 de outubro de 2012

REALIDADES DE UM DEUS SÁBIO


Romanos 16:21-27


Chegamos ao fim desta pequena série de sermões em Romanos. Foram 53 mensagens  que apenas resumem a ideia de Paulo. O principal objetivo de Paulo com esta carta era buscar apoio para sua viagem missionária até a Espanha. Ele aproveita para dar uma aula sobre a justificação pela fé aos irmãos da Igreja em Roma.
Ler a epístola aos romanos realmente nos edifica e nos leva a uma êxtase espiritual profunda. Através desta carta tive meu primeiro contato com o evangelho. Sua leitura mudou minha vida, como também sabemos que mudou a vida de grandes homens de Deus nestes séculos.
Ao chegar ao fim de sua carta Paulo saúda os de Roma, juntamente com Tércio, seu amanuense, e todos que o acompanhavam. Mas depois da saudação pessoal, Paulo declara sua última poesia desta epístola e nela ele nos ensina a realidade de um Deus sábio.

1.    Deus estabelece e confirma os salvos (v. 25)

Nesta epístola em diversos momentos Paulo mostrou que o homem é incapaz por si só de alcançar a justificação e transformação. Nossa conversão vem somente de Deus e é Ele que nos justifica, assim como nos confirma em sua eleição soberana.
Nossas obras, feitos e religiosidade devem ser frutos de nossa transformação e meios para que esta ocorra. Como é triste ver pessoas que se vangloriam de suas obras. Que se acham melhores do que os outros e que julgam que já alcançaram a salvação mediante seu merecimento. No capítulo 9 Paulo deixou  muito claro para os judaizantes que suas obras não serviram de nada para a salvação. Que a salvação outorgada por Deus vem do coração de Deus.
Paulo utiliza uma expressão que carrega um peso tremendo. Ela mostra pelo menos três aspectos de nossa salvação que deveriam nos levar ao equilíbrio e à firmeza na fé:

a)    Deus nos coloca firmemente no caminho da salvação

Aqueles que advogam que o crente pode perder a salvação se esquecem de que esta é uma obra de Deus. Ele é poderoso para nos guardar nos caminhos desta mesma salvação. Jesus afirma que as ovelhas que o Pai lhe deu jamais serão lançadas fora e que ninguém consegue arrebatá-las de suas mãos (Jo 10:28, 29). Nestes versos de João vemos a ideia que Paulo mostra em toda sua carta aos romanos. É Jesus quem nos dá a vida eterna, isto é feito através seu sacrifício, mas foi o Pai que escolheu as ovelhas para Jesus, ou seja, somos um presente do Pai celeste para seu filho, através do sacrifício deste. Meus amados, isto é tremendo. Somos colocados firmemente no caminho da salvação e nada tem poder para nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus (8:35).

b)    Deus nos blinda diante das acusações do inimigo

Outro significado do termo que Paulo usa é a ideia de por a salvo. O Diabo está sempre a nos acusar. Ele é o inimigo de nossas almas. Paulo está dizendo com esta expressão que Deus nos põe a salvo de qualquer força que possa nos desencaminhar. Ninguém tem poder de desencaminhar os eleitos de Deus, os filhos de Deus através da adoção em Cristo Jesus. Deus nos coloca a salvos dos poderes demoníacos. O verdadeiro filho de Deus não fica possesso. Não cai em depressão por opressão demoníaca. Ele está blindado contra os ataques do inimigo em sua mente. Não quero dizer  com isto que Satanás deixa de nos atacar, muito pelo contrário, ele, assim como fez com Jó, sempre estará buscando meios para nos atingir, mas de forma alguma tem poder para entrar em nossos corpos ou mentes. Somos agora um povo de propriedade exclusiva de Deus (I Pe 1:9). Estamos completamente blindados.

c)     Deus nos fortalece a cada dia para que possamos continuar a jornada

Outro significado para expressão que Paulo usa é fortalecer ou tornar firme. Escrevendo aos coríntios Paulo afirma que por ele mesmo não é capaz de nada, mas sua capacidade vem de Deus (II Co 3:5). Ainda escrevendo aos coríntios o apóstolo garante que Deus nos fortalece nas nossas fraquezas (II Co 12:9). Não são nossos esforços que garantem nossa salvação, mas é o próprio Deus. É através da presença do Espírito Santo de Deus que somos fortalecidos.
Meu amado, talvez você esteja desanimado com a jornada. Saiba que se Deus realmente habita em você é ele que vai lhe fortalecer. É através da presença santa de Deus em nossas vidas que somos salvos e livres de toda e qualquer obra contra nossa salvação. Deus é poderoso para nos firmar. Mas Ele fará isto somente através da mensagem do evangelho.

2.    É conhecido através da mensagem do evangelho e de Cristo (v. 25)

Paulo mostra aos  romanos que tudo que Deus faz é através da pregação do evangelho. O apóstolo já deixara claro que a fé é pelo ouvir da Palavra de Deus (Rm 10:17). O verdadeiro evangelho é aquele que é recebido mediante a pregação da Palavra. Ele não vem através de uma experiência pessoal de cura ou coisa semelhante a esta. O evangelho não pode ser recebido porque achamos uma música bonita ou que sua letra seja bíblica. Por mais bela e bíblica a letra de um hino nunca terá a mensagem completa do evangelho de Deus.
Isto mostra a grande responsabilidade dos pastores e pregadores nos dias de hoje. Tem muita gente fazendo do púlpito apenas meio para se promover. Apenas um lugar para obter seus ganhos financeiros, mas não tem sido o local de onde realmente a Palavra de Deus é exposta.
Ir a igreja não torna ninguém crente, mas somente através da transformação operada pelo Espírito Santo mediante a Palavra de Deus. Por isso é importante estarmos expostos o máximo possível à pregação da Palavra de Deus para que esta possa encontrar um lugar em nossas mentes  e o poder do Espírito Santo nos transforme por esta pregação.
É lamentável hoje vermos que a pregação bíblica não é mais a coisa mais importante do culto. É triste que hoje a mensagem centrada na bíblia tenha sido substituída por um discurso centrado no homem. O profeta Jeremias faz um alerta aos profetas ao povo que gosta de ouvir somente aquilo que lhe agrada.
“Porque, desde o menor deles até ao maior, cada um se dá à avareza; e, desde o profeta até ao sacerdote, cada um usa de falsidade. E curam a ferida da filha do meu povo levianamente, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.” (Jr 6:13, 14) [grifo meu]

O profeta volta a enfatizar isto em 8:10 e 11. Ele deixa claro que os profetas faziam isto para agradar o povo que gostava. A mensagem de Deus não pode ser adulterada. Ela não pode ser barganhada para agradar nosso coração, porque a mensagem de Deus precisa ser exposta em verdade para que possa transformar o coração do homem e mostrar a obra redentora de Cristo. O evangelho antes de ser uma boa nova, precisa ser a exposição da situação do homem diante de Deus, depois o que este fez para nossa redenção e, por último, o que homem precisa fazer para alcançar.

3.    Se manifestou através da encarnação de Cristo (v. 26)

Dentro deste pequeno resumo do que realmente é o evangelho está o que Deus fez pela nossa redenção.  Este fato envolve algo que é uma das primeiras mensagens dentro do evangelho de João. Deus manifestou-se em carne para alcançar o seu povo escolhido.
A manifestação de Cristo envolve três aspectos que Paulo destaca muito bem:

a)    Era algo que estava prometido desde a eternidade

“...conforme a revelação do mistério que desde tempos eternos esteve oculto...”

Já era plano de Deus montar um povo seu em virtude do pecado que derrubaria o homem. Deus escolheu o seu povo desde a antiguidade através do sacrifício de Cristo. Ninguém nunca foi salvo pela lei. Esta veio somente para mostrar o pecado, para apontar a nossa situação. Não há mérito algum no homem, mas em Cristo somos mais que vencedores. Jesus é o mistério de Deus oculto que aparece encarnado para salvar a humanidade perdida. Entenda isto, somente através da obra redentora de Cristo seremos salvos.

b)    Jesus era o assunto dos profetas do Antigo Testamento

“...se notificou pelas Escrituras dos profetas...”

Muitos falam que este ou aquele profeta é messiânico. Quando vemos o que Paulo escreve aos romanos notamos que todos os profetas são messiânicos. As promessas do Antigo Testamento apontavam para Jesus. Ele era o assunto dos profetas que proclamavam a vontade de Deus. Meu amado, Jesus precisa ser o assunto de sua vida. Jesus é centro de tudo. Ele não pode ser apenas um enfeite. Ele não pode ser apenas um detalhe, ele precisa ser tudo. A palavra de Deus anunciou a Jesus, contou a sua história e declarou seu retorno para levar o seu povo. Deixe Jesus ser o assunto de sua vida. Paulo Washer em uma das suas mensagens na Conferência da Editora Fiel disse: "Jesus não é a cereja do bolo, ele é o bolo com cereja e tudo".

c)     Jesus é o mandamento de Deus para homem

“...se notificou pelas Escrituras dos profetas...”

Tudo isto que ocorreu e ocorre, vem pelo mandamento de Deus. O Senhor podia escolher qualquer meio para nos salvar, mas escolheu a loucura da palavra da Cruz (I Co 1:18). Esta por sua vez deve ser exposta pela loucura da pregação (I Co 1:21). Que por sua vez aponta para a loucura do Cristo crucificado (I Co 1:25).
O mandamento de Deus consiste em que Jesus se fizesse carne para salvar o povo que Deus escolhera desde a fundação do mundo (Ef 1:4). A Bíblia afirma que foi prazer de Deus o fazer enfermar e ir para cruz para que pudesse cumprir todo mandamento para o homem (Is 53:10). Neste ato Jesus estará expiando nossos pecados, conforme o próprio texto de Isaías diz. Compete ao homem aceitar tudo isto através da fé.

4.    Deve ser aceito somente pela fé (v. 26)

“...manifestou...a todas as nações para obediência da fé...”

Este é o ponto nevrálgico do cristianismo. É isto que faz do cristianismo diferente de qualquer religião (refiro-me ao verdadeiro cristianismo). Toda religião é centrada naquilo que o homem faz ou é. Se você quiser entender isto, busque conhecer um pouco das religiões do mundo. Em todas elas suas obras são importantes e são elas que garantem que você irá agradar à sua divindade. No verdadeiro cristianismo nada disso importa.
O homem nada pode fazer para alcançar a salvação. Ele é completamente impotente diante de sua situação pecaminosa. Somente através de um novo nascimento que o homem pode se tornar justo diante de um Deus tão santo. E este novo nascimento só pode ocorrer pela fé em Cristo, através do toque do Espírito Santo.
Meu amado, se você chegou até aqui comigo entenda uma coisa; Deus se manifestou em carne através de Cristo, que por sua vez foi a cruz para remir e salvar o povo escolhido de Deus através da fé na obra redentora da cruz. Para que você possa alcançar esta salvação é imperativo que aceite a este Cristo através da fé e do arrependimento pelos seus pecados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário