terça-feira, 14 de agosto de 2012

ABUNDANTES NA ESPERANÇA DO ESPÍRITO


Romanos 15:7-13


Paulo continua com a ideia de seguir o exemplo de Cristo. A expressão “como também Cristo” faz a ligação deste parágrafo com o anterior. Se a renúncia em Cristo nos dá capacidade de viver dentro da igreja em comunhão e respeito mútuos, seguir seu exemplo nos faz aumentar em muito a esperança do Espírito dentro de nós. Paulo agora exorta tanto a fortes como a fracos para manterem uma comunhão constante que comece em Cristo.
Para Murray, Paulo agora volta a separar gentios e judeus. Particularmente não creio que isto seja um fato. Aparentemente ele separa aqueles que aceitaram a mensagem dos judaizantes, os fracos; daqueles que conseguiram entender perfeitamente a mensagem do evangelho, os fortes. Para Stott, Paulo separa as argumentações práticas e teológicas em duas vertentes: Aceitar os fracos (14:1) e aceitarem-se mutuamente (14:7a).  É nesta linha que passamos a mostrar a abundância na esperança do Espírito que habita em cada eleito de Deus.