segunda-feira, 6 de maio de 2013

A POSTURA DE UM SERVO DE DEUS


João 1:19-28

19 E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
20 E confessou e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo.
21 E perguntaram-lhe: Então, quem és, pois? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu o profeta? E respondeu: Não.
22 Disseram-lhe, pois: Quem és, para que demos resposta àqueles que nos enviaram? Que dizes de ti mesmo?
23 Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.
24 E os que tinham sido enviados eram dos fariseus,
25 e perguntaram-lhe, e disseram-lhe: Por que batizas, pois, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta?
26 João respondeu-lhes, dizendo: Eu batizo com água, mas, no meio de vós, está um a quem vós não conheceis.
27 Este é aquele que vem após mim, que foi antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar as correias das sandálias.
28 Essas coisas aconteceram em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando.


João Batista, ainda é o centro das atenções neste texto. Agora ele vai mostrar mais um momento de humildade e disposição de servir. O texto começa dizendo que este é o testemunho de João. O testemunho dele compreende uma postura que devemos procurar imitar em nossas vidas. Como é bom poder ler algo desse tipo ou também ouvir: “Este é o testemunho de ...”. Será que esta expressão pode ser dita para qualquer um que se diz cristão? A grande questão é que poucos são os que realmente se pode dizer isto.

domingo, 5 de maio de 2013

UM AMOR NÃO CORRESPONDIDO


Oseias 11


Creio que grande parte de nós experimentamos na adolescência um amor não correspondido. Alguns experimentam até mesmo em sua fase adulta. Mas pior do que um amor nesse sentido, é o amor de pai para filho não correspondido. É lamentável ver o semblante de um pai que carrega a tristeza de amar a seu filho e não ter este amor correspondido. De saber que, como pai, ele fez tudo que podia, mas que infelizmente não recebe em troca nada disso.
No texto de Oseias, Deus agora como pai se queixa do amor não correspondido de seu filho, Israel. Veremos dois aspectos que o texto em questão nos mostra. O primeiro são os passos que Israel deu até a queda. O segundo, como Deus se comportou, apesar de tudo que seu povo fazia.