terça-feira, 22 de novembro de 2011

A ESPERANÇA DA GLÓRIA FINAL

Romanos 8:18-25

Paulo encerra o último parágrafo mostrando que o sofrimento de Cristo deve ser nosso consolo para o sofrimento nesta vida, pois, afinal, somos salvos exatamente no sofrimento de Jesus, ou seja, através de seu sangue derramado no Calvário.
A expressão traduzida como “porque” no verso 18 faz a conexão com verso 17. Em outras palavras Paulo está dizendo através da união dos dois versículos que: Padecer com Cristo vale a pena porque a recompensa que nos espera é muito maior que isto.
Em II Coríntios 4:17, Paulo repete quase o mesmo verso 18 de uma forma ainda mais profunda. Ele afirma no texto aos coríntios que nossa tribulação é leve e momentânea e que produz em nós um peso eterno da glória. Estes dois versos mostram a pequenez de nossa vida e a grandeza da vida eterna que está preparada.