domingo, 15 de setembro de 2013

O EVANGELHO QUE VEIO DO CÉU

João 3:31-36

31 Aquele que vem de cima é sobre todos, aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.
32 E aquilo que ele viu e ouviu, isso testifica; e ninguém aceita o seu testemunho.
33 Aquele que aceitou o seu testemunho, esse confirmou que Deus é verdadeiro.
34 Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.
35 O Pai ama o Filho e todas as coisas entregou nas suas mãos.
36 Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.

João mostra mais uma vez toda sua humildade. Esta foi a grande característica dos grandes homens de Deus da Bíblia. Foram homens que reconheceram sua situação de pecadores, reconheceram a grandeza de Deus e de sua obra. Abraão, Moisés, Davi, entre tantos outros, se caracterizam pela sua humildade. Mas de todos, João Batista se destaca. Ele faz sempre questão de apontar para Jesus. No último sermão lemos o texto que terminava com uma grande expressão de João: “É necessário que ele cresça, e que eu diminua”.  João está se referindo a seu primo em carne, Jesus. Ele se refere ao Cristo que desceu do céu para dar a vida. João destaca algumas coisas sobre a obra de Cristo ao descer do céu.